Rafael Marinho Visita a Oficina da Arte

Hoje, terça feira, 15 de Janeiro de 2013.
Visitei a Oficina da Arte, do produtor Palazini Oda.

Ao chegar lá http://palazini.com/  :  um lugar grande e muito interessante para as bandas independentes, Estúdio para gravação, produtora de videoclipes, entre outras coisas. O lugar oferece uma estrutura rica e uma historia bonita de seu fundador.

Mas você, leitor, deve se perguntar o porque da minha citação ao Palazini.

Tive uma conversa com ele e, acompanhei o dia – dia da Oficina da Arte. Enxerguei vários fatores dessa geração do rock atual, que talvez expliquem o decadente cenário independente em nosso país.

NÃO VOU GENERALIZAR.

Imagem

Ainda existem bandas que tem atitude, vontade de fazer e que lutam pelo que acreditam …

Fico impressionado com desleixo e a preguiça por parte de alguns. Pois o que se vê hoje, é uma geração quase “bunda mole”.

Talvez pelo fato de alguns deles terem a vida ganha e, ficarem contentes com pequenos shows em bares.

Os piores são os de rockeiros da internet. Que criticam a falta de espaço seja ela, com shows, rádios, tv e mídia geral, e no fim reclamam da cota de ingressos, não recebem o cachê. Eu entendo que não é fácil, também sou integrante de uma banda independente, mas essa mesma galera é preguiçosa !!!
E por decorrência disso, os mesmos que reclamam continuam se apresentando nos mesmos lugares de sempre, sem levar público e com ressalvas a venda de ingresso.

Esqueceram o significado de ser independente?

Será que não percebem que certas casas de shows só se mantêm com a ajuda deles, se não houver público não tem SHOW, só um ensaio!!! que não agregam em nada com isso?

O que falta pra esse pessoal sem personalidade?

Concordo que existem músicos que são, pra falar o português correto, roubados.

Como também há produtores, bares, managers que são passados pra trás por algumas bandas.

Podemos definir tudo isso.

Que falta: além de atitude, interesse, falta à união entre essa turma .

O público, também tem sua parcela de culpa, que assiste a um SHOW de alguma banda gringa e paga uma fortuna mas não assiste a um show de bandas locais nem por míseros R$3,00.

Parece que não há interesse em shows de certas bandas da cena underground, tanto do público quanto dos donos de casas.

Vocês não precisam concordar comigo. Mas a junção entre produtores, bandas, donos de casas e público é crucial para esse movimento.

É incrível como existem pessoas que não sabem isso,  só  mostra que a alienação, o desinteresse e que o saudosismo andam lado a lado.

Quero deixar bem claro, que essa é minha opinião e tudo que foi citado por aqui não vai mudar (deveria) em nada a cena atual. Inclusive se não houver estudo, dedicação, união e curiosidade por coisas novas continuaremos assim.

Como diz o Palazini Oda da Oficina da Arte :

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

RafaMPaz

Jornalista 

Blog Galera do Rock http://glrdorock.blogspot.com.br/ 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s